sexta-feira, 17 de março de 2017

Mestre Gabriel

Foto: Thiago Beatriz

Por FERNANDO LICHTI BARROS

Gabriel Bahlis já escapou de doença, de acidente de automóvel, de garrafas que voavam durante cenas de pancadaria em boate e de ovos atirados num salão de baile enquanto a orquestra inadvertidamente desfiava o Hino do Corinthians diante de uma furibunda plateia de palmeirenses.

Por 28 anos tocou na Jazz Sinfônica, até, aos 84, ser desligado da orquestra. Não lhe foi perdoado o fato de ter envelhecido. Pobres moços.

Desde 1940 a música faz parte da vida de Gabriel. A formosa tia Marina, ex-miss Porto Alegre, tinha um piano na sala de casa. Ele tirou dali as primeiras notas. Depois, passou para o violino, que trocou pelo pandeiro ao integrar-se ao regional da Rádio Farroupilha. Foi o contrabaixo, porém, o instrumente que Gabriel abraçou para não mais largar.


Em 1952 ele já se apresentava com o quinteto de Breno Sauer no Castelo Rosa, a tal boate das garrafas aladas. Em 1958, após uma temporada em Curitiba, desembarcou em São Paulo com o conjunto de Sauer, contratado pela boate La Vie en Rose. Tornou-se uma referência do contrabaixo brasileiro.

Walter Wanderley, Os Cincopados, Waldir Azevedo, Frank Sinatra, Herbie Mann, Cesar Mariano, Irmãs Galvão, Dick Farney, Sylvio Mazzuca, Dick Farney, Milionário e José Rico, Alceu Valença, Milton Nascimento, Gal Costa, Ednardo, Mazzaropi, Chacrinha  – vai longe a lista de artistas de diferentes estilos que tiveram a companhia de Gabriel em shows e gravações.

Ele não guardou registros da sua trajetória - nenhum recorte de jornal, nenhum LP, nem mesmo as medalhas conquistadas na juventude em campeonatos de natação. Só o que está preservado é o sotaque gaúcho.

- O que interessa, guri, é o teu interior, é fazer o bem pra todo mundo, é estudar, tocar. Anel, brilhante, automóvel... Quando se envelhece, nada disso interessa.


Gabriel, um mestre.



Búzios Bossa Blog Músicos Heraldo do Monte (guitarra) Hector Costita (sax) Buda (trumpete) Arrundinha ...

Breno Sauer - Viva O Samba - 1959 - Full Album - YouTube

https://www.youtube.com/watch?v=Rl0JdU6EwcY

Um comentário:

  1. Como sempre, uma história bacana sobre a mais bacana das atividades... :-)

    ResponderExcluir